Por que só resolvem problemas quando a gente reclama?

Eu realmente não gosto de reclamar. Me sinto incomodado, como se eu não tivesse paciência ou capacidade pra resolver um problema. Aí sobra somente a reclamação, não gosto.

Pior: odeio reclamar quando é pra apontar um erro alheio.

Essa semana reclamei 3 vezes:

  1. Uma loja de móveis que mandou uma peça errada, ignorou meus emails de apelo e me tratou mal ao telefone.
  2. Uma loja de camisetas que atrasou a entrega em um mês.
  3. Minha imobiliária que não emitiu o boleto do aluguel.

As três situações foram iguais, nenhuma respondeu meus contatos pelos canais oficiais. A solução do problema só veio quando eu reclamei através de canais públicos (como o Twitter) ou direto com a diretoria. E detalhe: mesmo a resposta da reclamação só veio quando reclamei novamente.

Aí eu fiquei me perguntando:

  • Foi muito azar ter todos esses problemas no mesmo período?
  • Por que diabos as empresas não tem procedimentos descentes pra soluções de problemas?
  • Por que diabos só resolvem quando a gente reclama?

A impressão que tenho é que se você não ficar puto, você não é atendido. Se você não for estúpido, o problema não é resolvido.

Por que cara? Por que? Por que diabos só dão caráter de urgência quando sai fumaça da orelha do cliente?

Aliás, redes sociais têm virado isso: Procon. Ferramentas que deveriam ser usadas pelas empresas para relacionamento, estão virando plataformas de reclamação. E aí tão banalizando a reclamação (porque é só assim que resolvem) e aí todo mundo tá se estressando mais do que deveria.

Desculpa gente, to neuvosor. Odeio isso.

Update: tem mais no Meio Bit, seguindo a mesma vibe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *