mercado digital + sharing economy + húbris

Esse texto do Ibrahim ficou gigante, destaco 3 pontos:

  1. Gig economy – se você gosta de termos, vá atrás desse e faça todas as relações que você vai querer com a geração Y, mas tome cuidado.
  2. A supervalorização do algoritmo – como a gente tende a achar que a tecnologia vai resolver tudo.
  3. Húbris – não obstante todos se acharem especialistas, nos tornamos arrogantes. Achamos que o conhecimento sobre cases de terceiros + tecnologia são o tiro certo pra fazer vingar qualquer negócio.

Agora principalmente o ponto 3(emendado um tico com o 2), pensem em como isso não se resume a economia colaborativa. É o mercado todo pensando assim, quem domina o mínimo de tecnologia tem sido tratado como Deus.

Seria nossa presunção a maior culpada?